Release de Resultados LOG CP: autonomia e praticidade para o setor de RI

Empresas de capital aberto, como a LOG CP, são obrigadas a dar publicidade aos seus Releases de Resultados trimestrais e anuais. Essa é uma exigência da CVM (Comissão de Valores Mobiliários) que deve ser atendida dentro dos prazos corretos, com multas diárias por atraso.

As análises trimestrais servem para os investidores pensarem suas estratégias. E as apresentações são meio pelo qual esses resultados são entregues a eles. Por isso, devem ser objetivas, dinâmicas e esteticamente agradáveis. Nesse caso, os números, em si, são tão importantes quanto a forma de apresentá-los. Uma coisa que sempre deixamos claro é que o nosso olhar deveria estar focado na experiência de quem recebe o material. O release não pode ser apenas um documento protocolar: ele precisa facilitar o acesso às informações e dar segurança para os investidores.

Uma corrida contra o tempo

Agilidade é um diferencial competitivo entre as empresas desse mercado. Especialmente porque esses números são fechados apenas às vésperas dos encerramentos de prazos. Por isso, não é difícil encontrar relatórios públicos pouco atrativos, confusos ou difíceis de ler. Para os profissionais de RI (Relacionamento com Investidores), que são os responsáveis diretos pelas publicações dentro de grandes empresas, é importante tornar esse processo cada vez mais produtivo e assertivo. Hoje, vamos compartilhar com vocês um trabalho muito legal que fizemos com a equipe de RI da CP. Continue lendo para saber como criamos juntos uma base de apresentação leve, moderna, de fácil leitura e edição.

Criando Releases de Resultados editáveis


Antes da nossa parceria dar certo, os Releases de Resultados da LOG CP eram feitos exclusivamente pelo departamento de Marketing - e enviados para o RI fechados, em formato PDF. Sempre que alguma alteração era necessária, faziam uma solicitação para a outra equipe. Isso não favorecia o cumprimento dos prazos curtos, nem o fluxo de trabalho. Ficou clara a necessidade de conquistar autonomia para editar esses materiais, sem perder em estética, e ganhando em outros atributos. O primeiro requisito do projeto foi montá-lo em um software acessível a partir de todos os computadores da empresa. A princípio, a ideia era fazer a apresentação em Word. Então, nós mostramos a possibilidade de fazer no PowerPoint, apresentando alguns dos benefícios de seu uso em Releases de Resultados e a equipe topou.



Proposta de PowerPoint aceita e mãos aos Slids

Além do objetivo principal de edição, uma das necessidades do projeto era criar o layout do zero, de acordo com a nova identidade visual da empresa. Simplificar a vida dos acionistas que acreditam e investem na empresa também é uma maneira de fortalecer a marca. Ou seja: os conceitos de branding e de marketing precisam estar presentes em cada facilidade de leitura que apresentamos.

Primeiro, entendemos o novo comportamento visual da marca e iniciamos uma pesquisa de referências e ideias para aplicar na diagramação do conteúdo. Apostamos no uso de fotos, criamos uma diagramação nova, em colunas, e demos unidade para os textos, com hierarquias funcionais nos títulos e subtítulos.

Estudos do conteúdo e análise das informações


Começamos então a estudar o conteúdo da antiga apresentação. Questionamos se todos os dados que apareciam nas tabelas precisavam mesmo estar ali. Havia muita informação e isso estava desviando a atenção do que mais importava: os resultados. Validamos juntos tudo o que foi considerado como “excesso” e por isso poderia ser excluído. E assim, limpamos o conteúdo para deixar a leitura mais simples e mais leve.

Também analisamos que algumas informações, aparentemente importantes, estavam apagadas no meio de grandes blocos de textos. Assim, criamos uma nuvem de números e palavras-chaves relevantes para destacar.

Criando Releases de Resultados editáveis


Além de leve e dinâmico, o material também precisava ser de fácil edição. Para isso, criamos slides mestres que facilitam a organização e edição de textos, sem correr o risco de alterar o padrão visual. Trabalhamos para automatizar o máximo de elementos, como a numeração das páginas, as linhas e barras dos gráficos, que são atualizadas conforme os dados mudam. Também fizemos slides mestres para que a troca de fotos fosse fácil, evitando distorções. Com um clique, a foto nova poder ser substituída e já aparece diagramada perfeitamente.

Depois da entrega, fizemos um mini workshop online para mostrar todas as funções para a equipe de RI: editar dados, trocar textos, aplicar fotos e alterar os slides mestres. Tudo muito simples de entender e executar.

Entregando resultados mesuráveis


Os novos Releases de Resultados da LOG CP estão fazendo sucesso por aí. O trabalho teve repercussão dentro e fora empresa. Outros profissionais de RI entraram em contato para parabenizar os colegas de mercado. Uma dessas empresa, inclusive, entrou em contato com a gente para iniciar uma parceria.

Nesse projeto, mostramos que números frios ganham força quando apresentados de maneira interessante. Também ajudamos a fortalecer o olhar sobre público, que mesmo acostumado com dados densos, gostou da mãozinha extra para interpretá-los. Facilitar o acesso à informação é tão importante quanto informar. A LOG CP saiu na frente dos demais RIs e se colocou como protagonista dessa transformação. Também mostrou respeito e empatia com os seus investidores. Se você chegou até aqui, acreditamos que possa ter interesse nos próximos cases que estamos preparando. Aproveite para assinar a nossa newsletter e receba essas novidades em primeira mão.

9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo